Orientadores que atuam como Pontos focais do Programa Primeiro Emprego (PPE) se reuniram na tarde desta quarta-feira (27), no auditório da Casa Civil, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), para participar do 1º Seminário Ponto Focal Estaduais, que teve como pauta principal a melhoria das ações que contemplam o programa de ação social de combate ao desemprego dos jovens, promovido pelo Governo do Estado, para inserir egressos e estudantes da educação profissional no mercado de trabalho.

O fortalecimento da comunicação e promoção do diálogo entre a coordenação do Programa e os pontos focais foi debatido com o objetivo de ampliar a compreensão, o alcance e a qualidade do PPE. A diretora de Apoio a Projetos Sociais da Flem, Rosemarie Freitas, enalteceu o seminário como um meio de aproximação com os pontos focais. “A qualidade dessa relação é necessária quando a gente lembra que os pontos focais são, antes de tudo, orientadores dos beneficiários”. Rosemarie salientou também que a troca com esses atores do Programa permite que seja feita uma avaliação dos resultados do trabalho, por meio da visão de quem está na ponta, lidando diretamente com os jovens.

Foto: Ascom/Flem

Atualmente, a Flem acompanha 3.443 beneficiários do Programa Primeiro Emprego que estão trabalhando em órgãos na capital e no interior do estado. Desde o seu lançamento, mais de cinco mil beneficiários já foram contratados pela Fundação para integrar o Programa, que em novembro de 2019 completa três anos de lançamento.

Além de representantes da Flem e pontos focais, também estiveram no Seminário o coordenador do Programa, Almerico Biondi, representantes da Secretaria de Segurança Pública, Vice Governadoria, Fundação Pedro Calmon, Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (Ipac) e da Secretaria da Administração do Governo (Saeb).

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *