Nesses 17 anos, a FLEM tem-se afirmado como uma instituição inovadora, ao atuar como incubadora para o desenvolvimento de empreendimentos que permitiram a gênese de novas tecnologias, metodologias e serviços.

Como exemplo expressivo tem-se a concepção e implementação da sistemática de certificação ocupacional, pioneira no Brasil, para a qual se contou com a consultoria do American Institute for Research (AIR). A aplicação dessa ferramenta já está consolidada no campo da educação, com a certificação e recertificação de profissionais do quadro da Secretaria da Educação – dirigentes escolares, professores alfabetizadores, professores de disciplina e coordenadores pedagógicos.

A Fundação vem empreendendo esforços no sentido de disseminar essa ferramenta no âmbito de outros estados, já tendo sido aplicada, com sucesso no Estado do Acre, assim como no município de Campo Grande, Mato Grosso do Sul, sendo este último especificamente para a certificação e recertificação de dirigentes escolares. Ademais, a FLEM realizou o pré-teste de itens para o Exame de Avaliação de Competências Ocupacionais de Professores do Ensino Fundamental do Estado de Minas Gerais.

A Fundação Luís Eduardo Magalhães (FELM) tem desempenhado um papel germinativo, ao prestar o suporte técnico e operacional ao seu cliente-prioritário, o Estado da Bahia, bem como outros órgãos da iniciativa pública e privada, na formulação, implementação e gestão de diversos programas e projetos estratégicos, amparado em convênios de cooperação técnica ou contratos de prestação de serviços.

São exemplos a formulação do Programa Estadual de Logística de Transportes (PELTBAHIA), a concepção do modelo institucional da Ouvidoria Geral do Estado da Bahia (OGE), a concepção e co-gestão do Programa Jovens Baianos e a implementação de projetos prioritários nas áreas de saúde e educação, muitos dos quais com financiamento de organismos internacionais.

Outro elemento de destaque na trajetória da FLEM é a sua atuação no campo da capacitação, aperfeiçoamento e formação de pessoas, que oportunizou a disseminação de informações e conhecimentos, a reflexão e a discussão de novas temáticas e a instauração de espaços de compartilhamento e de aprendizado. Os números alcançados são relevantes: cerca de um milhão de pessoas participaram de ações apoiadas ou promovidas pela Fundação.

Rede de parceiros