CONSELHOS E DIRETORIA

FLEM
CONAD
Órgão deliberativo e de supervisão superior

O Conselho de Administração é o órgão deliberativo e de supervisão superior da FLEM. É constituído por 13 membros escolhidos pelo próprio Colegiado para um mandato de dois anos, admitida a sua recondução por igual período.

O Conselho se reúne trimestralmente, em sessão ordinária e extraordinária, quando convocado pelo seu Presidente ou por requerimento de um terço de seus membros.

presidência
PRESIDENTE
Sr. Carlos Palma de Mello - Chefe Gabinete Casa Civil
VICE PRESIDENTE
Sr Nesmar Andrade da Silva - Assessor Especial Governadoria

conselheiros
CONSELHEIRO
Sr. Jeandro Laytynher Ribeiro - Chefe Gabinete SDR
SUPLENTE
Sra. Renata Alvarez Rossi - Professora Doutoranda da Escola de Administração da Ufba -
CONSELHEIRO
Sr. Jamilton Nunes da Silva - Presidente Sindicerba - Fieb
SUPLENTE
Sr. Manuel Ventin - Conselheiro Fiscal Efetivo Fieb/Ba
CONSELHEIRO
Sr. João Carlos Oliveira da Silva - Secretário SEMA
SUPLENTE
Sra. Eva Cristina de Castro Borges - Assessora de Planejamento e Gestão SEMA
CONSELHEIRO
Sr. Manoel Joaquim Fernandes de Barros - Reitor Unifacs
SUPLENTE
Sr. Manoel Joaquim Fernandes de Barros - Vice Reitor Relações Institucionais Unifacs
CONSELHEIRO
Sr. José Bites de Carvalho - Reitor Uneb
SUPLENTE
Sr. Daniel de Cerqueira Goés - Pró Reitor de Administração Uneb - Proad
CONSELHEIRO
Sr. Jair Nascimento Santos - Conselheiro CRA
SUPLENTE
Sr. João Batista Nascimento Filho - Conselheiro CRA
CONSELHEIRO
Sr. Leonardo Minho da Silva - Superintendente Administrativo Financeiro UPB
SUPLENTE
Sr. Ricardo dos Anjos Mascarenhas - Prefeito de Itaberaba-Ba
CONSELHEIRO
Sr. Lídio Mota Neto Carneiro - Gerente Regional CEF
SUPLENTE
Sr. Adalfredo Guerra Lima - Gerente Geral CEF
CONSELHEIRO
Sr. Horácio Nelson Hastenreiter Filho - Diretor Escola de Administração da Ufba
SUPLENTE
Sr. João Martins Tude - Vice Diretor Escola de Administração da Ufba
CONSELHEIRO
Sr. Everaldo Augusto da Silva - Chefe de Gabinete SETRE
SUPLENTE
Sr. Wilton Neves Brandão - Diretor de Fomento ao Esporte Sudesb
CONSELHEIRO
Sr. Carlos Martins Marques de Santana - Secretário SJDHDS
SUPLENTE
Sra. Mara Cristiane de Jesus Silva - Assessora Técnica da Coordenação de Articulação Institucional da SECTI
CONSELHEIRO
Sr. Paulo Emanuel Pimenta dos Santos - Corregedor Geral Saeb
SUPLENTE
Sr. Alex Brito Dantas - Coordenador Corregedoria Geral Saeb
finalidades
1
Apreciar e aprovar as alterações do Estatuto da FLEM, ouvido previamente o Ministério Público;
2
apreciar e aprovar o Regimento Interno da FLEM e suas alterações;
3
apreciar e aprovar as Normas de Recrutamento e de Seleção e o Plano de Cargos, Salários e Benefícios, bem como suasrespectivas alterações;
4
apreciar e aprovar as Normas de Qualidade, de Compras, de Contratação de Obras e Serviços e de Alienações, bem como suas respectivas alterações;
5
escolher, designar e dispensar o Superintendente-geral e o Superitendente Administrativo-Financeiro da FLEM;
6
estabelecer objetivos e diretrizes gerais de atuação da FLEM, em consonância com a sua finalidade social;
7
aprovar a criação de representações da FLEM fora de sua sede, com a aprovação e o acompanhamento do Ministério Público da Comarca onde se estabelecer;
8
autorizar o Superintendente-geral a apresentar requerimentos de qualificação da Entidade como Organização Social – OS e como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público – OSCIP;
9
autorizar o Superintendente-geral a celebrar Contratos de Gestão com entes públicos;
10
acompanhar, fiscalizar e avaliar, sistematicamente, com o auxílio do Conselho Fiscal, a execução dos Contratos de Gestão celebrados, sem prejuízo da ação institucional dos demais órgãos normativos e de controle interno e externo;
11
aprovar os Planos de Trabalho objeto de Acordos, Ajustes, Convênios e Contratos de Prestação de Serviços e proceder ao acompanhamento e avaliação de sua execução e desempenho, sistematicamente, com o auxílio do Conselho Fiscal;
12
aprovar os Planos de Trabalho custeados com recursos próprios da FLEM e proceder ao acompanhamento e avaliação da sua execução e desempenho, sistematicamente, com o auxílio do Conselho Fiscal;
13
aprovar a realização de investimentos e proceder ao seu acompanhamento e avaliação, sistematicamente, com o auxílio do Conselho Fiscal, bem como acompanhar e avaliar a realização de despesas operacionais;
14
apreciar e aprovar, ouvido o Conselho Fiscal, os Relatórios Gerenciais e de Atividades da FLEM e respectivas Demonstrações Financeiras, relativas às Contas Anuais ou de Gestão, a serem encaminhadas ao Ministério Público;
15
promover as providências cabíveis para a correção de atos e fatos decorrentes de gestão, que entenda prejudiciais ao desempenho ou ao cumprimento da finalidade social da FLEM, com o auxílio do Conselho Fiscal, dando ciência ao MinistérioPúblico;
16
exercer outras competências correlatas;
17
decidir sobre casos omissos no Estatuto da FLEM, comunicando ao Ministério Público as decisões e deliberações tomadas.
FLEM NAS
REDES SOCIAIS